Arquivo da categoria: Geomorfologia

Caminhando com Heisenberg em Helgoland

Foto: Pegasus2 / Sioux, fonte: Wikimedia CommonsEsta é uma caminhada que eu gostaria de fazer!

Na ilha de Helgoland, onde o jovem Werner Heisenberg formulou em 1925 as idéias centrais que logo iria desenvolver no histórico artigo “Sobre uma reinterpretação quântica das relações cinemáticas e dinâmicas” — documento fundador da mecânica quântica — enquanto caminhava à beira das falésias, convalescia da febre do feno e lia Goethe…

(Aqui, uma tradução em inglês do artigo de Heisenberg, in: Van der Waerden (ed), Sources of quantum mechanics || e aqui, o original em alemão)

2855575587_0e8f28fc1dAqui está uma foto (tirada por Pete Shacky) da placa comemorativa instalada em Helgoland pelo Instituto Max Planck e pela Sociedade Alemã de Física.

Anúncios

Brincando com o Google Earth, Parte 2

Em um post anterior, examinamos como o Google Earth exibe locais como o Pico do Jaraguá e a Serra do Mar. Agora, radicalizemos. Para ver como o Google Earth lida bem com o relevo, vejamos o que acontece no caso deste “morrinho” aqui. Quem encara uma caminhada por estas bandas, levante a mão. 🙂 Não tem estacionamento nem serviço de valet por perto… 🙂

Nada mau, hem? Claro que, como se trata de uma região muito especial da superfície terrestre, o Google Earth mobiliza dados de GIS (Graphical Information System) muito detalhados, para construir seu DEM (Digital Elevation Model) e exibir a renderização — o que não ocorre com o mesmo detalhamento relativamente a todos os locais. É interessante observar como os créditos mudam à medida que a gente move os controles. Imagine a quantidade de dados digitalizados que são necessários, e de quantas fontes diferentes eles são obtidos.