Arquivo mensal: julho 2013

O ar irrespirável que respiramos

A qualidade do ar na Região Metropolitana de São Paulo e, mais especificamente, na região do ABC Paulista, tem estado assustadora nos últimos tempos, especialmente neste inverno. Só de pensar que respiramos essa estranha mistura gasosa, cheia de tóxicos e contaminantes, e de cambulhada com uma montanha de material particulado, é de dar arrepios.

Primeiro, três fotos tiradas hoje, dia 17 de Julho de 2013:

DSC_2760b

DSC_2764b

DSC_2768b

Agora, quatro fotos simplesmente terrificantes, tiradas no dia 6 de Junho p.p. Assim como as fotos acima, também tiradas de um ponto de observação em Santo André, olhando aproximadamente na direção de São Caetano e de São Paulo. Observe a espessura e a densidade da camada de poluição, de cor cinzenta.

DSC_2470b

DSC_2476b

DSC_2480b

DSC_2490b

O resultado? Sobejamente conhecido. Falta de ar, variadas alerigas, rinites e outras doenças respiratórias, pronto-socorros cheios, gastos com medicamentos antialérgicos (e seus efeitos colaterais na saúde das pessoas), piora na qualidade de vida, restrições de horários e de mobilidade urbana — afetando especialmente, mas não só, as crianças…

As causas? Também conhecidas de sobra: décadas de industrialização descontrolada, sem regulamentação; a opção devastadora pelo transporte motorizado individual; fiscalização ambiental e inspeção veicular ineficazes; um rodízio insuficiente; urbanização sem planos diretores à altura das necessidades da cidade — ou, quando houve planos diretores, sua redução a letra morta, sujeitos que estão sempre a pressões de setores variados, tornando-se cheios de exceções, brechas e omissões…

Calça rasgada de tanto cair e sapato furado de tanto andar

Um caro colega — físico teórico, professor, pesquisador, orientador em uma universidade federal — escreve sobre a sua visão das questões de mobilidade urbana, e compartilha, em seu blog, suas experiências e reflexões como pedestre e como usuário de transporte público na região metropolitana de São Paulo:

Calça rasgada de tanto cair e sapato furado de tanto andar – Crônicas de um deficiente usuário do transporte público da região metropolitana de São Paulo

http://andantecompolio.blogspot.com.br/