Comparando perspectivas sobre mobilidade

León Ferrari, "Autopista del sur" (1982/1997)

Pode ser um exercício intelectual e político muito interessante e esclarecedor comparar perspectivas diferentes sobre um mesmo tema — neste caso, a questão do transporte e da mobilidade. Reuni alguns textos, que delimitam quatro pontos de vista bem diferentes sobre o assunto — o ponto de vista das montadoras, o das empresas de transporte de carga, o de uma urbanista de esquerda, e o da comunidade científica, via grande imprensa semanal — que chamei de perspectivas A, B, C e D.

É fascinante observar como, dependendo do autor e/ou da parte interessada em cada caso, podemos distinguir abordagens bem diferentes, que se valem de conceitos diferentes — ou então definem diferentemente os mesmos termos –, privilegiam certos aspectos, à custa de outros — diferentes de caso para caso, — e empregam argumentos diferentes para defender as suas teses. Veja por si mesmo(a) e tire suas conclusões.

Perspectiva A:

Perspectiva B:

Perspectiva C:

Perspectiva D:

A análise crítica destes textos — identificando seus conceitos, argumentos e implicações — fez parte, originalmente, de uma atividade da disciplina de Pensamento Crítico que ministrei na Universidade Federal do ABC em 2011.

Anúncios

Publicado em 1 fevereiro 2012, em Carro, Mobilidade. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: